Carregando... Aguarde...
Home
FILMES
DESENHOS
MINISSERIES
SERIADOS
DOCUMENTÁRIOS
FILMOGRAFIAS
SHOW'S
ACERVO POR LETRA
NOVELAS
JOGOS DE FUTEBOL
DISCOGRAFIAS

Newsletter



Passe o mouse na imagem para zoom

  • Imagem 1



Novela Escrava Isaura - 24 dvds
Avaliação dos clientes: ( )

Preço: R$ 119.00





Compartilhe




  • Descriçao do Produto
  • Comentários de Clientes
  • Video do Produto

http://static.blastingnews.com/media/photogallery/2017/1/9/main/bianca-rinaldi-em-a-escrava-isaura_1075387.jpg

Enredo

Bianca Rinaldi interpreta a protagonista Isaura.

Isaura nasceu em 1835, na fazenda do Comendador Almeida, em Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro. Ela é filha da bela e virgem negra Juliana, escrava do comendador, e do feitor da fazenda, Miguel. Juliana morre pouco depois do parto, pois sempre se negou a ir para cama com o comendador, açoitada no tronco. Isaura, sua filha, é criada e educada por Gertrudes, mulher de Almeida, que sempre quis ter uma filha. Apesar da excelente educação e de ter a pele muito clara, Isaura é escrava.

Em 1854, Isaura tem 19 anos e é uma bela e casta donzela, que toca piano, canta, pinta, borda e fala alguns idiomas. Tudo o que ela faz é divinamente belo, o que desperta a inveja doentia de Rosa, uma escrava má e falsa, que já se deitou com todos os homens da fazenda. Tudo se complica em sua vida quando volta para a fazenda o perverso senhor Leôncio, filho do Comendador, que desenvolve uma paixão doentia por Isaura. Ele terá Rosa como sua amante e aliada, que sofre na mão do vilão, mas o obedece e pratica crueldades com sua inimiga. Leôncio é obrigado a se casar por interesse com Malvina, filha do rico coronel Sebastião Cunha, mas continua tentando seduzir Isaura. Todas suas tentativas e propostas são sempre rechaçadas pela escrava. Malvina passa a sofrer com agressões de Leôncio e sua brutalidade sexualmente, e no começo desconfia que Isaura tem relações com Leôncio, mas com o tempo descobre a verdade.

Gertrudes tenta dar a liberdade para Isaura, mas morre antes de conseguir realizar o objetivo. Pouco depois de sua morte, o Comendador Almeida também morre e é perdoado pela escrava pelas maldades que ele fazia com ela e com sua mãe no passado. Leôncio queima o testamento do pai que concedia a alforria a Isaura e torna-se assim o dono da escrava, para desespero total dela, que até é proibida por ele de visitar seu pai. A vida de Isaura se transforma em um inferno, ela passa a se vestir feito escrava e fazer todos os trabalhos escravos, além de sempre agredida e sofrer assédio sexual de Leôncio. Ela passa a dormir na senzala e sofrer ainda mais com as crueldades de Rosa.

Leôncio se torna cada vez mais insistente, e sua paixão doentia e secreta pela escrava é descoberta, primeiro por Henrique, seu cunhado, que também é apaixonado por Isaura, e logo depois por Malvina, que não demora muito a perceber a obsessão de seu marido pela escrava. Malvina também descobre que é meia-irmã da escrava Rosa, qual tem raiva por ela se relacionar com seu marido. Tomásia, que foi amante de Leôncio quando pobre, foi iludida com promessas de casamento e engravidou. Logo após ser abandonada, perde a criança e fica estéril, mas acaba enriquecendo ao se casar com Conde de Campos, que é assassinado por Leôncio e desperta sua sede de vingança.

Isaura, com ajuda dos escravos da fazenda, consegue fugir com seu pai Miguel e se refugiar numa chácara nos arredores de São Paulo, onde adota o nome de Elvira, vivendo longe da cidade. Ela conhece o jovem abolicionista Álvaro, mas tenta de toda forma evitá-lo pela sua condição naquele momento. Apesar de tudo, eles começam um relacionamento, escondendo dele que é uma escrava fugitiva. Isaura é descoberta e mandada de volta à fazenda de Leôncio, e sofre ao dobro com os maus tratos do dono e de Rosa, que recebem apoio de Branca, uma moça muito rica que foi prometida a Álvaro desde criança e faz de tudo para separá-los.

Leôncio sequestra Isaura e é assassinado com uma facada no coração. Ela é encontrada na cena do crime e com a arma na mão, sendo mandada para a forca logo em seguida. O assassino é descoberto e a escrava é solta. Isaura e Álvaro se casam e vivem por 60 anos juntos e felizes

Elenco

Bianca Rinaldi interpreta a personagem principal Isaura dos Anjos, filha da escrava mulata Juliana (Valquíria Ribeiro) com feitor branco Miguel (Jackson Antunes), que sonha com a sua liberdade. Ela pertence ao Comendador Almeida (Rubens de Falco) e Gertudes (Norma Blum), que é sua madrinha e lhe deu uma educação esmerada. Isaura despertou em Leôncio (Leopoldo Pacheco), filho do Comendador, uma obsessão doentia por conta da psicopatia, crueldade e egoísmo que vive dentro dele desde pequeno. Ele é casado com Malvina (Maria Ribeiro), que é irmã de Henrique (Gabriel Gracindo) e filha do Coronel Sebastião (Paulo Figueiredo), cujo é pai da escrava Rosa (Patrícia França), que deseja o mal de Isaura e afeiçoa-se a meia irmã Helena (Fernanda Nobre). Os escravos do Comendador Almeida, André (Déo Garcez), Joaquina (Chica Lopes) e o jardineiro corcunda e de dentes podres Belchior (Ewerton de Castro), que são chefiados pelo feitor Chico (Jonas Mello), amam e protegem Isaura de Leôncio.

Tomásia Albuquerque (Mayara Magri), filha de Gioconda (Mirian Mehler) e irmã de Gabriel (André Fusko), se casou com o Conde Campos (Carlo Briani) e tornou-a rica e seu único objetivo é vingar-se de Leônico. Álvaro (Théo Becker), que se apaixona por Isaura sob o nome de Elvira e é um abolicionista, é prometido de casamento por Branca (Renata Dominguez) e é filho de Perpétua (Sylvia Bandeira). Flor-de-Lís (Lígia Fagundes), Margarida (Thaís Lima) e Violeta (Daniela Duarte) trabalham no bordel comandado por Serafina (Maria Cláudia).

Escreva seu próprio comentário para o produto

Comentários Enviados

Este produto não recebeu nenhum comentário até agora. Seja o primeiro e enviar um comentário para este produto!